CNPTC apoia o projeto “Educação que faz a diferença”

Ação é uma iniciativa do Comitê Técnico da Educação do IRB e do Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional

O Conselho Nacional de Presidentes dos Tribunais de Contas (CNPTC) apoia o projeto Educação que faz a diferença.  A iniciativa tem como foco o mapeamento das redes de ensino municipais do país com bons resultados no Ensino Fundamental.

A ação é realizada pelo Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB) e do Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede). A parceria tem como objetivos principais:

  • Reconhecer e dar visibilidade, em âmbito nacional, a redes de ensino que estão realizando um trabalho de destaque;
  • Identificar e documentar as práticas de gestão e de acompanhamento pedagógico e administrativo adotadas por essas redes, de modo que possam servir de inspiração para outras redes de ensino;
  • Oferecer uma contribuição efetiva, por parte dos Tribunais de Contas, à concretização da política pública da educação com equidade e qualidade.

As redes de ensino identificadas pelo estudo receberão diferentes denominações, de acordo com o patamar em que se encontram. São elas:

  • Redes de excelência: demonstram indicadores de destaque e com equidade;
  • Bom Percurso: apresentam boa evolução nos últimos anos, mas ainda não atingiram indicadores positivos expressivos;
  • Destaque Regional: estão entre as melhores redes de ensino da região em que estão localizadas e respeitam critérios mínimos de qualidade.

A intenção é que as redes sejam reconhecidas com selos e/ou prêmios.

Reunião

O projeto será um dos assuntos discutidos durante a 2ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Presidentes dos TC’s , que será realizada dia 14 de junho (sexta-feira), em Goiânia-GO

Redes sociais

Uma série de posts relacionados ao projeto estão sendo veiculados nas redes sociais do CNPTC. Ao longo da semana, outros conteúdos serão adicionados para apresentar mais informações e o passo a passo dessa ação.

Para ficar informado sobre essa e outras ações, siga o CNPTC nas redes sociais. Basta clicar nos nomes:

Instagram

Twitter

FaceBook