Presidente do CNPTC participa da abertura de congresso internacional em Goiás

Durante a abertura do 6º Congresso Internacional de Direito Financeiro na manhã desta quinta-feira (13), em Goiânia (GO), o presidente do Conselho Nacional de Presidentes dos Tribunais de Contas (CNPTC), conselheiro Edilson de Sousa Silva (TCE-RO), abordou a necessidade de se debater a gestão sustentável e responsável dos recursos públicos, uma das temáticas sobre a qual se assenta o evento.

Em sua manifestação, o presidente do CNPTC, ao parabenizar a organização do evento, lembrou que, em razão do nível dos conferencistas e dos participantes (profissionais da área de controle e acadêmicos), o congresso se torna arena adequada para se discutir essas temáticas, citando, em especial, a questão da reforma da Previdência, que tem dominado o cenário nacional.

Para o conselheiro Edilson de Sousa, conhecer mais a fundo as matérias que serão apresentadas e discutidas durante o congresso é fundamental para todos os atores envolvidos, principalmente os órgãos de fiscalização, como Tribunais de Contas e Ministérios Públicos de Contas.

“Isso porque permite a nós, que integramos o Sistema de Controle Externo Nacional, sermos ainda mais atuantes e, em uma época como agora, marcada pelo advento das redes sociais, usar esses instrumentos em defesa da cidadania e do interesse da sociedade, assim como no fortalecimento das instituições que servem ao nosso país”, acentuou.

CONGRESSO

Realizado nesta quinta e sexta-feira, o 6º Congresso Internacional de Direito Financeiro reúne profissionais e acadêmicos de todo o país. O evento conta com palestrantes e conferencistas de renome no meio jurídico nacional e também com atuação fora do país como o professor titular de Direito Constitucional da Universidade de Valladolid/Espanha, Juan Fernando Durán Alba. O evento, que é promovido pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás (TCM-GO) e pelos Tribunais de Contas dos Estados de Goiás (TCE-GO) e do Mato Grosso do Sul (TCE-MS), conta com o apoio do CNPTC, além da Associação dos Membros dos TCs do Brasil (Atricon).